terça-feira, 29 de abril de 2008

Às vezes eu me impressiono com o quanto eu sou ridículo por deixar de fazer as coisas que eu quero fazer em virtude de virtudes que me acostumei a ter.

Quanto tempo já não faz que eu não tomo um banho de chuva sem me importar com o que vão pensar quando me virem?

Quanto tempo faz que não invisto 1 ou 2 reais em confeitos e passo a tarde toda comendo-os, pensando em nada, fazendo nada, só tendo o prazer de comê-los?

Quanto tempo faz que não sou sincero o suficiente com quem quero ser por acreditar que a sinceridade pode acarretar em discussões que levem a fim de relacionamento?

Quanto tempo faz que eu não me preocupo em procurar coisas bonitas onde supostamente não há, como em escombros ou no alto de árvores?

Quanto tempo faz que eu não subo numa árvore, por já acreditar que seja uma coisa que não me trarar nenhum prazer?

Quanto tempo faz que eu não como uma fruta tirada diretamente da árvore?

Quanto tempo faz que não faço uso de minha imaginação, como o fazia ao transformar em minhas brincadeiras pedaços de tijolos em naves espaciais, a água da chuva que corre no asfalto nas águas de um rio onde navegava meu barco que era uma folha de uma árvore?

Quanto tempo faz que eu não dou valor a experiencias que realmente devia dar, como um abraço em pessoas amigas?

Quanto tempo faz que eu não abraço alguém com sentimento de ternura?

Eu sou um ridículo.
E o sou ainda mais por não mudar isso, tendo consciência disso.

3 comentários:

Srta. Pinheiro disse...

É porque os adultos são ridículos...

..principalmente na sua desesperada fuga do ridículo.

.. disse...

Tantas indagações..

e acabo achando que as respostas devem estar nos altos das árvores ou nos escombros.. nos lugares que temos evitado por um receio ou outro.
Engraçado.. por não querermos parecer ridículos é exatamente no que nos tornamos.. querer parecer será que nos torna menos?? X) dâ!


Um lugar bom aqui. eu volto, juro!

http://aodapoltrona.blogspot.com/

Lua disse...

perceber é o primeiro passo.
depois é só reverter a situação. :)

saí da ufrn na quarta da grande chuva e chamei meus colegas de classe pra tomar banho de chuva, mas ninguém quis. :/